segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Rio de Janeiro, Gotham City é aqui


Meus caros, ao assistir “Batman – O Cavaleiro das Trevas”, não deu para fugir da comparação entre a fictícia Gotham City e o Rio de Janeiro. Duas cidades dominadas pelo crime organizado: tráfico, máfia do bicho e recentemente os grupos de paramilitares e exterminadores que achacam para “dar” segurança.



Assim como Gotham, o Rio vive em função do medo e a espera do pior. Autoridades fracas e omissas que se curvam ao poder paralelo do crime organizado, a campanha eleitoral está aí para corroborar o que eu digo, e a mídia mostra com toda nitidez o descalabro.



Mas o Rio de Janeiro não tem um herói, nem um pretendente na defesa dos oprimidos pelo crime. Temos vários “Coringas” e somos governados por vários “Duas Caras”. Não sobra nem a esperança de um soturno “Batman”...



Ao fazer esse neologismo, me vem à mente, o quanto a realidade e a fantasia se absorvem e se completam. O mundo de Gotham City infelizmente é mais real do que imaginamos. A corrupção, cumplicidade e omissão, habitam esse sombrio mundo real carioca.



A letargia nos deixa mórbidos como zumbis, conduzidos para um abismo sem fim e esperança. O Rio de Janeiro é Gotham City, quando alguém é roubado e assassinado em nossas “Linhas” coloridas, becos e favelas.



O Rio de Janeiro não é mais uma cidade partida, é uma cidade furada de balas. Onde pretos, ricos, brancos e pobres morrem sem saber o porquê.



O medo nos manipula e nos cega, o medo é a rua na volta para casa. Aqui acho que o "Coringa" ganhou.







Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...