terça-feira, 4 de novembro de 2008

Obama e McCainn, nada vai mudar


Meus caros, a mídia teve papel fundamental na arrancada do Senador Barack Obama na campanha presidencial americana. Isso foi determinante nas primárias do Partido Democrata, quando derrotou Hillary Clinton. Não estou aqui discutindo a qualidade dos candidatos.

Acho que tanto McCainn quanto Obama representam o imperialismo americano. Democratas e Republicanos se alternam no poder há mais de 200 anos e nunca trataram seus vizinhos de forma adequada.

Talvez Roosevelt tenha sido o único presidente americano que tivesse uma visão global e agregadora. Reconstruiu o país no pós-crash da bolsa em 1929, e liderou a América na luta contra o nazismo, coincidência ou não, Roosevelt era um democrata.

Quando se trata de posicionamento político, a mídia americana é bem transparente. Os veículos abertamente anunciam seus apoios a determinados candidatos. Este ano, o New York Times está fechado com Obama. A rede Fox está fechada com McCainn e lança ataques pesados contra o ‘simpático’ Barack.

Um ponto que pude observar em relação às eleições americanas, é de como a “baixaria” corre solta por lá. Acusam Obama de terrorista e socialista e chamam McCainn de espancador de mulheres. Nessa baixaria, até o filósofo/direitista/brasileiro, Olavo Carvalho embarcou.

Para quem quiser saber mais sobre a política americana, basta acessar o blog do jornalista Argemiro Ferreira. Ele assina diariamente uma coluna no Tribuna da Imprensa.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...