domingo, 11 de janeiro de 2009

Jornal Hoje em tempos de Fahrenheit 451

Cena do filme produzido em 1966


Meus caros, em tempos de reforma ortográfica obviamente pipocam matérias sobre a novidades da nossa escrita.A maioria é senso comum, ou como alguns coleguinhas preferem chamar: "cocô cheiroso". Mas vamos ao motivo deste post. No último sábado (10/03), o Jornal Hoje apresentou uma reportagem que achei desnecessária e surreal.

O assunto envolvia o encalhe de livros motivado pela reforma ortográfica, o que proporcionou uma defasagem devido a mudança de alguns termos da língua portuguesa. Analogias a parte, ao assistir a matéria, me lembrei do filme Fahrenheit 451, película dirigida por François Traffaut baseada na obra de Ray Bradbury.

Fahrenheit 451 conta sobre um futuro, no qual dentro de uma sociedade totalitária é proibido ler livros, e por isso, eles são queimados. Ao assistir a matéria do JH fiquei com a sensação de estar assistindo o filme ou de estar vivendo o futuro rodado por Traffaut.


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...