quarta-feira, 1 de abril de 2009

Justiça alemã libera textos nazistas


Meus caros, a justiça da Alemanha autorizou no último dia 25 de março à publicação de conteúdos jornalisticos referentes ao período nazista, anteriores ao ano de 1939. A decisão da Audiência Provincial de Munique, no estado da Baviera, atende um pedido do editor inglês Peter McGee, que pretende republicar uma coleção de fac-similes de jornais da época.

Pela legislação da Baviera, os direitos de propriedade intelectual prescrevem depois de 70 anos. O governo local havia proibido à publicação desse material devido ao temor de que fossem utilizados por grupos simpatizantes dos ideais nazistas.

A publicação da série "Zeitungszeugen" foi suspensa enquanto a disputa era resolvida. O material foi lançado com várias edições sobre o Terceiro Reich comentadas por historiadores de prestígio, como o alemão Hans Mommsen e o britânico Peter Longerich, acompanhadas de fac-símiles da imprensa nazista de entre 1933 e 1945. Na Alemanha, desde do fim da Segunda Guerra, se considera crime qualquer tipo de manifestação ou referência sobre o período hitlerista.

Não vejo qualquer problema em relação à divulgação desse material depois de tanto tempo. Hoje vivemos num mundo de idéias e diferenças, no qual o debate é uma referência. Hoje, a internet possibilita o encontro de uma vasta quantidade de escritos com várias tendências, linhas políticas e ideológicas. Obviamente, não estou aqui fazendo apologia do nazismo, mas não há como negar o valor desse material, até mesmo pela importância histórica de seus conteúdos.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...