sábado, 15 de agosto de 2009

Woodstock , o sonho que acabou

Meus caros, Woodstock foi sem dúvida um marco na história contemporânea. Foi o ápice de uma geração que buscava alternativas, experimentando... Os anos 1960 representam um momento de explosão social em todos os sentidos. A contestação, o protesto, o desbunde e a loucura em seu estado pleno. Um despertar coletivo contra a política e conservadorismo.

Mas que lições podemos tirar de Woodstock, 40 anos depois? Qual foi realmente seu legado? Hoje parece que ainda vivemos à ressaca daqueles loucos dias. Chapados, assistimos o desenrolar de uma sociedade maniqueísta e indutora, que tem na comunicação sua principal ferramenta. A letargia impera nos corações e mentes de hoje. Vivemos apenas para por a culpa no diabo e incitamos a individualidade para obter nossa salvação.

O consumo é a religião, e isso parece estar absolutamente consolidado como forma e meio de vida. É óbvio que o mundo passa por transformações, mas essa transformação não é natural. Está sendo imposta de forma controlada pelo poder econômico. O que temos é um processo de prostração da sociedade como um todo. É uma falência estrutural que tem na inércia sua principal característica. Não há mobilização, debate ou qualquer tipo de ação que tente subverter o atual estado das coisas.

A passividade toma conta e se transforma em uma pandemia. Ao assistir uma reportagem sobre o comportamento de jovens universitários em Pernambuco, tive a constatação dessa minha observação. A matéria veiculada no Jornal Hoje, abordava uma pesquisa sobre o perfil dos universitários pernambucanos. O coordenador do estudo, Pierre Lucena, fez a seguinte constatação: "O comportamento hoje é outro. É um comportamento de aceitação das leis e a gente vê questões como a religião influenciando muito na vida dos jovens", explica Lucena.

Ainda sobre o tema, a reportagem ouviu especialistas que explicaram esse novo modo de ser, deduzindo que o acesso ao conhecimento e à educação faz com que os jovens desenvolvam senso crítico e responsabilidade. Segundo esses experts, o conservadorismo pode ter efeitos positivos.

Pelo jeito, Woodstock não serve mais como parâmetro de celebração da mudança ou motivação para tal.




Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...