segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Twitter: uma nova forma de fazer jornalismo

Meus caros, não tenho nenhuma vergonha em afirmar que ainda sou um novato no Twitter. Digamos que estou em um processo de familiarização com à nova ferramenta. São símbolos que acabam por confundir a minha já cansada mente. É RT, #, @ e outros sinais ou sei lá, que dão um sentido à algumas ações dessa nova onda. Tenho até dado mais atenção para o microblog, deixando um pouco de lado nosso querido Lobotomia. Mas o fato interessante que desejo comentar neste post é de forma o Twitter vem conquistando o pessoal da rede.

É realmente avassaladora, a adesão, principalmente, de jornalistas em geral à rede social. Alguns consideram até que o blog, neste atual formato, que conhecemos está comos dias contados. O Twitter é com toda certeza mais instantâneo no quesito retorno e interação entre usuários ou interagentes. O atual formato do blog realmente não apresenta algumas inovações. Eu mesmo vivo procurando na internet novidades para deixar o Lobotomia mais turbinado. Opa! Estou sendo injusto. Meu amigo e colaborador Douglas Habibe é quem me dá apoio na busca dessas inovações.

Mas voltando ao microblog, é notório que o Twitter já pauta os trabalhos nas redações. Eu já o deixo aberto para ficar atento nas novidades e atualizações do noticiário. Acabou por se tornar um verdadeiro mailing dos coleguinhas. Não quero ser um entusiasta exacerbado, mas acho que está ocorrendo uma verdadeira revolução na forma de produção jornalística. Chego a comparar o impacto atual do Twitter, ao surgimento e aplicação do conceito da pirâmide invertida e lead, no jornalismo no Brasileiro, lá atrás nos anos 1950, no Diário Carioca.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...