terça-feira, 6 de setembro de 2011

O corvo e o milharal

No último domingo (04/09), o Partido dos Trabalhadores deliberou no seu 4º Congresso Nacional uma proposta para a regulação da mídia. Um dos pontos principais do documento versa de forma delimitar a propriedade cruzada dos veículos, situação ocorrida quando um grupo de comunicação detém mais de uma plataforma, como rádio e TV ao mesmo tempo. Este é um passo importante para um processo de democratização da imprensa brasileira. Todo mundo está ‘careca’ de saber que o monopólio da informação é nocivo e não abre possibilidade para a produção diversa com uma opinião e interpretação isenta dos fatos do dia-a-dia.


O que o PT faz não é nada menos do que proferir e colocar em pratica as resoluções tomadas na I Conferência Nacional de Comunicação, ocorrida no fim de 2009.


O Século XXI é considerado o da informação e conhecimento. Integramos uma sociedade que é mediada por meios de comunicação, que faz circular todo é qualquer tipo de informação e cultura. A mídia se transformou na nova Ágora, o espaço de referência de valores e formador da opinião pública. Mas esse espaço público é na verdade controlado por poucos. No Brasil, nove famílias controlam 85% das empresas de comunicação existentes no país. Você meu caro amigo, acredita na parcialidade e integridade deste conteúdo direcionado para muitos e produzido por poucos?


A ONU – Organização das Nações Unidas - consagrou o direito humano à Comunicação a partir dos anos 1980. O conceito surgiu na virada dos anos 80 no âmbito da Unesco a partir de uma reflexão de que o fluxo de informação e cultura se encontrava desequilibrado e, portanto, a comunicação deveria ser alvo de políticas nacionais visando corrigir este problema. 


Agora parece que depois de 31 anos, o tema está merecendo relevância no Brasil. Vale lembrar que desde a era Collor se combate no país os chamados monopólios e oligopólios econômicos financeiros. Esse era um grande mote do discurso neoliberal, tanto é que privatizaram tudo. Vamos ver se agora vamos derrubar os conluios de comunicação que nos empurram goela adentro porcarias como reality shows e informação pasteurizada com lógica no interesse privado.


Mas a gritaria do truste já começou. Já tem coleguinha jornalista aplicando o discurso terrorista do controle da liberdade de expressão. Não é preciso citar nomes, pois já sabemos quem são os corvos do milharal.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...