sábado, 21 de julho de 2012

Telefonia: aguarde o atendimento, pois neste momento nossos operadores estão ocupados


Meus caros, na última quinta-feira (19/07), o jornalista Carlos Alberto Sardenberg publicou um artigo no O Globo sobre esse imbróglio envolvendo a Anatel e as operadoras de telefonia móvel no Brasil. Como é notório, a agência reguladora de telecomunicações impôs punições pesadas que incluem até a suspensão da venda de chips de linhas de telefones celulares. Com isso, Oi, Tim e Claro se veem pressionadas a dar um fim no péssimo atendimento no serviço fornecido a seus inúmeros clientes.

Diante disso, o citado jornalista conhecido por ser um defensor do mercado e da doutrina neoliberal teve a infelicidade de fazer uma análise, colocando um ponto de vista no qual condena a ação da Anatel. Em linhas gerais, Sardenberg coloca que as operadoras não estão investindo na qualidade do serviço por conta da burocracia. “Desse ponto de vista, seria natural que brotasse um movimento pela reestatização das teles, mas não é o que se vê. A atitude dominante é reclamar, infernizar a vida das empresas com burocracias e impor prejuízos a elas. Acham com isso que estão punindo as empresas, mas acertam no consumidor”  - disse o jornalista.

O sistema de telefonia no Brasil sempre foi citado como um dos maiores exemplos de uma bem sucedida privatização. Seus defensores bradam que a privatização democratizou o uso do serviço, mas de que adianta ter o chip e aparelho se os mesmos não funcionam? A nossa tarifa é uma das mais caras do mundo. É bom lembrar, que foi o governo brasileiro que financiou o loteamento da telefonia, bancando altas somas de recursos e aceitando papéis podres para bancar o processo.

Por fim, é incrível a capacidade de alguns formadores de opinião em eufemizar fatos negativos e trapalhadas de grandes corporações. 
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...