quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Seminário debate Comunicação Comunitária no Rio de Janeiro


Meus caros, o Centro Loyola da PUC do Rio recebeu o primeiro Seminário Regional de Comunicação Comunitária da Região Sudeste. O encontro apresentou debates e painéis sobre a realidade dos veículos e comunicadores comunitários no Brasil. Adair Rocha, professor de Comunicação da PUC-Rio e da UERJ, avalia o objetivo do evento. “O encontro foi uma boa oportunidade para juntar o processo acadêmico em uma relação mais direta com a práxis dos veículos comunitários”- afirmou Rocha, que é um dos principais entusiastas dos pré-vestibulares comunitários.

A comunicação no universo da favela oferece hoje um novo contexto a ser explorado pela academia. Gizele Martins, uma das coordenadoras do seminário, acredita que no momento ocorre uma quebra de antigos estereótipos que ainda envolvem a comunicação gerada a partir das favelas. “O tema da Comunicação Comunitária não tinha muito retorno na universidade. Era muito comum no período em que eu estudava, na minha faculdade, ouvir reproduções dos professores e alunos a partir do que a mídia hegemônica sempre abordava assuntos de forma negativa e preconceituosa com temas que só envolviam aspectos negativos das favelas como violência e toda uma reprodução de noticiários negativos. Hoje a Comunicação Comunitária ajuda a quebrar um pouco isso” – concluiu Gizele hoje integrante  do Jornal Cidadão da Maré.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...