quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

As viúvas da ditadura






Fico triste e perplexo quando vejo, colega meu, jornalista defender que a tropa de choque espanque e prenda manifestante. Só quero lembrar que vários colegas profissionais de imprensa foram espancados e presos no último protesto contra a Copa do Mundo em São Paulo.Você também aprova isso meu amigo jornalista? Entendo que foi muito doloroso todo esse processo que envolveu a morte do Santiago Andrade, mas não podemos legitimar o despreparo do estado e a violência policial imposta por esse mesmo estado. Respeito seu pensamento e aceito sua opinião, mas gostaria que você fizesse uma reflexão sobre o momento que estamos passando. Sei que temos uma rotina de vários empregos e freelas, mas não podemos acreditar nesse estado que está aí. Por isso, faço um convite para você conhecer a exposição "Resistir é Preciso" no CCBB do Rio de Janeiro. Lá verás o que o estado brasileiro fez com a liberdade de expressão e com a imprensa.

Daí, caro colega, você irá observar que o poder repressivo oficial não nos vê com bons olhos. Que devemos sempre manter nossa independência acima de qualquer coisa, que a verdade é nossa razão de trabalho. Me desculpe amigo, eu não quero que esse triste tempo em que antigos colegas como Sergio Cabral, Herzog, entre outros eram censurados, torturados e mortos por essas mesmas forças policiais que você deseja que espanque e prenda as "Sininhos" da vida. Você sabe muito bem que ela não é a raiz das mazelas brasileiras. Não estou aqui para defendê-la, até por achar que ela é uma deslumbrada. Mas te peço um olhar mais amplo sobre o que está de fato acontecendo no atual contexto. Fica meu abraço e meu respeito por você. E obrigado por ter lido meu singelo texto. Eu sei que não vou mudar o mundo, mas quero deixá-lo diferente do que é hoje.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...