sábado, 15 de março de 2014

Engels, dois séculos depois, ainda é muito atual

Trecho de “Como mudar o mundo” de Eric Hobsbawm ao comentar a obra  “A Situação das Classes Trabalhadoras na Inglaterra” publicada por Friedrich Engels em 1845.

Não há como não fazer  uma contextualização com os dias de hoje no Brasil, quase 170 anos depois.

Sobre a Inglaterra

“ Para Engels, as grandes cidades são pois, os ambientes mais característicos do capitalismo, e ele analisa no capítulo 3. Nelas, a exploração e a competição desenfreada se mostram em sua forma mais crua: “por toda parte, indiferença bárbara, insensibilidade egoísta de um lado e  a miséria indescritível de outro. Guerra social em toda a parte, com a casa da pessoa sitiada e saqueadores que roubam sob a proteção da lei”...

Sobre a dinâmica social


“Os trabalhadores enfrentam sua situação de diferentes maneiras. Alguns sucumbem a ela, perdendo todos os princípios morais; mas o aumento nos índices de alcoolismo, perversão, criminalidade e gastos irracionais (consumo) é um fenômeno social, produto do capitalismo e não deve ser explicado  como resultado da debilidade e da falta de juízo das pessoas. Outros se submetem passivamente a sua sina e vivem da melhor forma possível como cidadãos ordeiros e respeitáveis, não se interessam pelas causas públicas e com isso na verdade ajudam a classe média a apertar os grilhões que manietam os trabalhadores...”
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...